• Paula Teixeira

É A SUA DIETA QUE ESTÁ FAZENDO VOCÊ AUMENTAR O PESO?



Já teve a sensação de que nenhuma dieta funciona para você mais que uma semana? Você já se alimentou a mais em uma refeição e acabou pulando a seguinte? Sua dieta fez você eliminar todo um grupo de alimentos da sua rotina? Você é do tipo que tem obsessão por quantas calorias gasta durante um exercício?


Se você respondeu sim para as perguntas acima, saiba que pode estar sendo mais uma vítima do pensamento dietético.

Também chamado de mentalidade da dieta, esse tipo de pensamento pode ser a real causa do seu ganho de peso a longo prazo, sem falar em todo o sofrimento causado por ele.


Quer saber mais sobre como a mentalidade da dieta afeta seu peso? Então não deixe de ler esse artigo e descubra se a sua dieta está fazendo você ganhar peso!


A Mentalidade da Dieta – clico do ganho de peso

Em geral, quem tem a mentalidade da dieta costuma agir de um mesmo modo, adotando as mesmas ações e pensamentos.

Ou seja, elas acabam entrando em um clico, responsável por fazer com que a sua dieta faça você ganhar peso.


Descubra os 4 principais motivos da dieta acabar com a regulação do seu peso:


01: DIETA DESACELERA O METABOLISMO (E ENGORDA)

02: DIETA DIMINUI A MASSA MAGRA (E ENGORDA)

03: DIETA FAZ O CÉREBRO AUMENTAR OS HORMÔNIOS DE FOME E SACIEDADE, TORNANDO OS ALIMENTOS MAIS PALATÁVEIS E FAZ VOCÊ FICAR OBCECADA POR ELES (E ENGORDA)

04: DIETA NÃO É SUSTENTÁVEL A LONGO PRAZO




Ciclo do ganho de peso:


Primeiro, há uma restrição no consumo de calorias - seja pelo sistema de pontos ou qualquer outro do gênero, ou mesmo elimina por completo um grupo de alimentos.

O problema é que as calorias são nossa fonte de energia, e garante que tenhamos força para as atividades do dia a dia. Eliminá-las, geralmente faz com que a pessoa desenvolva o desejo intenso por certos tipos de comida, o que não é nada bom para uma dieta, já que seu cérebro passa a identificar essa restrição como uma escassez.


Em seguida, há a quebra da dieta com excesso – sejam doces, junk food ou qualquer outro tipo de comida, com a escassez, o consumo em excesso é um risco real, e certamente irá acontecer.

Dessa forma, com a quebra da dieta pela ingestão em grande quantidade de alimentos restringidos, chegamos ao final do clico.


Por fim, o sentimento de culpa e autoflagelo surge – Quanto esse sentimento ruim surge, há uma necessidade por começar o clico novamente, com o pensamento de que, dessa vez, pode fazer melhor.


Não é questão de força de vontade é NEUROCIÊNCIA


Definitivamente, se a questão do peso dependesse de força de vontade, nenhum dos seres humanos vivendo na terra teriam esse problema. Afinal, viver e cuidar de si mesmo, das demandas da família, da própria subsistência e vencer na vida é algo que sem força de vontade seria impossível.


A espécie humana está adaptada para a sobrevivência, e por muito tempo, a restrição alimentar, ou seja, a falta de alimento impedia a perpetuação da espécie. Em resumo, o cérebro não está preocupada se você quer ser a Gisele, mas esta programado para garantir a sua sobrevivência.

Quando ele recebe menos caloria que precisa, gasta mais caloria nos exercícios, e se sente restrito em nutrientes entra em um modo conhecido como STARVATION, em português, morto de fome.


Abaixo, você pode ver o infográfico da neurocientista Sandra Aamodt, que fala exatamente sobre esse mecanismo:



Se a sua dieta está fazendo você ganhar peso, saia da mentalidade da dieta


Como você deve ter notado, o pensamento restritivo a respeito da sua alimentação é o que faz surgir a mentalidade da dieta.

Isto é, essa mentalidade nos coloca em uma luta perdida, que não temos chance de vencer, sendo a razão de sua dieta estar fazendo você ganhar peso.

Sendo assim, é preciso mudar a sua mentalidade, superá-la e encontrar uma verdadeira motivação para se alimentar de forma mais saudável.

Um dos maiores erros de quem faz dieta é ignorar a fome. Não se prive da alimentação, nem mesmo de comer aquilo que gosta.




Baixe Gratuitamente nosso PDF e aprenda 8 estratégias para aprender a COMO comer e não apenas O QUE e QUANTO comer. Clique na imagem acima ou aqui.

A alimentação balanceada, com os limites corretos bem definidos é a chave para que a sua dieta faça você emagrecer, sustentando o seu metabolismo, sem interferir na sua rotina e no desempenho das atividades diárias.

O ideal é que você coma com prazer em se alimentar de uma forma correta, e entenda que uma alimentação saudável, benéfica para a sua saúde não é aquela que lhe faz sofrer.


Conheça a metodologia de trabalho da médica Dra. Paula Teixeira



Referências:

CONNOLLY J, ROMANO T, PATRUNO M. Effects of dieting and exercise on resting metabolic rate and implications for weight management. Family Practice. 1999; 16 (2): 196-201.

KELLOW J. Dieting and Metabolism – how dieting can affect metabolism. Disponível em: <http://www.weightlossresources.co.uk/calories/burning_calories/starvation.htm>

TOMYIAMA AJ, MANN T, VINAS M, HUNGER JM, DEJAGER J, TAYLOR SE. Low Calorie Dieting Increases Cortisol. Psychosom Med. 2010; 72(4): 357–364.


3,767 visualizações

©2019 by Dra. Paula Teixeira Mindful Eating e Autocompaixão.
Entrega Imediata