• Paula Teixeira

A ÚNICA COISA QUE VOCÊ PRECISA SABER PRA COMER COM ATENÇÃO PLENA!



Hoje vamos falar sobre a única habilidade que você precisa desenvolver pra começar a comer com atenção plena! Vem comigo?


  1. A mente errante e nossa relação com a comida

Antes de abordar a habilidade, quero propor um questionamento: Qual relacionamento vocês terão para a vida toda?


O relacionamento mais perene que teremos por toda a nossa vida é com a nossa MENTE, em seguida com a COMIDA. A mente se faz presente em nós a todo instante (está em nós) e a comida é um tema em nossa vida desde o momento em que nascemos, até o nosso falecimento. Esses dois relacionamentos são os mais permanentes dentro da nossa existência. Depois temos o relacionamento com o nosso corpo e com as pessoas que amamos.


Agora, gostaria que você refletisse:

  • Quando paramos pra aprender a nos relacionar com a nossa própria mente?

  • Já pensou sobre o melhor jeito de nos relacionarmos com ela?

Entenda, a nossa mente é um órgão, que tem entre seus objetivos o grande papel de produzir pensamentos. De maneira geral, para a nossa evolução, a mente foi desenvolvida para nos proteger!

E o que isso significa? Significa que o seu cérebro está a todo momento escaneando o ambiente que você se encontra, pra compreender se nesse local há algum perigo ou ameaça.

E qual é o problema desse objetivo? Qual é a ligação com a nossa alimentação?

Essa evolução foi extremamente útil para a nossa sobrevivência, mas não é compatível com a nossa felicidade e alimentação plena.


A mente errante (piloto automático) está no passado, procurando coisas que poderíamos ter feito de diferente; no futuro, prevendo coisas que podem nos trazer sofrimento; e no presente, buscando por ameaças. E se isso não fosse o bastante, o ser humano mesmo não estando na presença de um perigo eminente, tem dificuldades para entrar no estado de relaxamento, plenitude e bem-estar (mente verde) no dia a dia.


Esse excesso de pensamentos, produz um enorme gasto energético cerebral, e isso nos afeta integralmente.

Imagine o seguinte cenário:

Se você pensou ao final do dia 40 vezes que tinha que pagar os boletos, você estará cansada como se tivesse pago os 40 boletos. Esse é apenas um exemplo do gasto energético do nosso cérebro!


A mente errante é desgastante, e nos leva inúmeras vezes ao esgotamento mental e físico! A maioria dos nossos pensamentos são cruéis e extremamente autocríticos, e infelizmente, não falamos sobre isso corriqueiramente!


Agora, qual é o ponto da comida?


Se você internalizar 50 vezes que não vai comer doce, você sentirá a restrição no seu corpo 50 vezes.

Logo, imagine a carga negativa e restritiva no seu corpo constantemente! Você esgota esses recursos importantes para o que realmente importa.

O cansaço mental e a sobrecarga, somada a dieta e a consequente falta de resultados advindos da restrição (como o ganho de peso, por exemplo), acarretará em uma problemática gigantesca para a sua saúde mental e física.


2. A habilidade que você precisa desenvolver


Denominados essa habilidade de: APENAS COMER!

Costumo dizer que essa habilidade é simples de ser implementada, porém exige treino para o aperfeiçoamento!

Enquanto estiver comendo, coma! Não fique remoendo pensamentos e sensações que restringem todo o seu corpo.


Te desafio a fazer um teste nos próximos 30 dias: Na próxima vez que você for comer, note seus pensamentos com gentileza e se relacione, olho no olho, com a comida que está no seu prato. Note o sabor, textura, seu estômago, saciedade. Todas as vezes que você comer, pense que é uma oportunidade para você se convidar a apenas COMER!


Quer mais informações sobre o assunto? Abaixo, vídeo completo, com mais detalhes pra vocês!




32 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo