• Paula Teixeira

APRENDA A LIDAR COM A SUA DOR! - Autocompaixão

Hoje vamos falar sobre sofrimento! E o que esse sentimento tem haver com alimentação e saúde?



  1. A relação do sofrimento com a alimentação

Entenda, só conseguimos nos oferecer cuidado genuíno quando sabemos que estamos sofrendo. Muitas vezes nos sentimos desconectados com essa palavra, por remeter a sentimentos mais agudos, mas na realidade utilizamos esse termo no Mindfulness para descrever tanto o comer emocional, quanto uma compulsão alimentar, um desconforto com o peso, entre outros exemplos.


O hábito da autocompaixão não está ligada somente aos nossos problemas maiores, mas também aos nossos sofrimentos menores e diários.


A autocompaixão é uma habilidade que nos ajudar a lidar com o nosso sofrimento, e abrir espaço para que a gente não precise fugir dessa dor. Agindo com força e consciente sob o problema!


O sofrimento existe, mas enquanto você estiver do seu lado, segurando a sua mão para os momentos desafiadores, a dor é amenizada e a nossa consciência reflete com maior facilidade uma possível solução.


Por exemplo: Quando você presencia uma criança que machucou o joelho, você tem a consciência de que aquele machucado não irá sumir no mesmo instante que abraçá-la, mas você a abraça por um ato de compaixão, proporcionando à ela conforto.


É de extrema importância a autocompaixão para a regulação das nossas emoções. E obviamente, se passamos a ter recursos para lidar com as emoções desafiadoras, passamos a ter recursos para lidar com a comida.


2. O que fazer quando não estou com fome física, mas o dia foi difícil e quero compensar na comida?


Um momento de autocompaixão pode mudar seu dia, mas vários momentos de autocompaixão podem mudar o curso da sua vida. E o que seria isso? Não é passar a mão na cabeça, mas sim o desenvolvimento da presença para si. É você não soltar a sua própria mão!


Essa habilidade é essencial para lidar com o comer emocional. Se eu não tenho um recurso genuíno de cuidado, e não consigo estar comigo mesma do jeito que eu sou - simplesmente humana - acolhendo os meus erros e acertos, talvez não consiga ao menos olhar para os meus erros sem sentir culpa e vergonha. Dessa forma, não consigo mudar!


Logo, você só conseguirá se acolher no seu comer emocional, quando perceber que tem esse desafio e que existe uma necessidade escondida em sua alimentação. Se questione: Do que eu realmente preciso agora?


Entenda, conseguimos nos cuidar da melhor maneira que podemos a cada dia.


Quer mais informações sobre o assunto? Abaixo, vídeo completo, com mais detalhes pra vocês!








23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo