• Paula Teixeira

FISIOLOGIA DAS DIETAS - O que acontece com o seu corpo quando você faz dietas restritivas?

Você já pensou sobre o que acontece com o seu organismo quando você faz dietas restritivas?

Esse infográfico foi feito pela neurocientista Sandra Aamodt, e ele trás um resumo das alterações fisiológicas da dieta.

Esse infográfico descreve resumidamente as alterações que as dietas restritivas ocasionam no nosso organismo em 5 tópicos principais:

  1. Alteram o centro da fome e da saciedade;

  2. Fazem com que alimentos mais calóricos pareçam mais atrativos;

  3. Aumentam nosso hormônio de fome;

  4. Diminuem os nossos hormônios de saciedade;

  5. Alteram nosso SET POINT do peso.

Agora, se questione: Quantas dietas você já começou e parou? Se você somar todo o peso que já perdeu, quanto seria?


  1. As dietas diminuem o nosso metabolismo

Quando diminuímos a energia disponível para o nosso corpo, nosso organismo precisará diminuir o gasto calórico.

Se fossemos um carro, por exemplo, sem energia (gasolina), nós não andaríamos! Mas como seres humanos, mesmo com pouca energia o nosso corpo anda e tem que realizar outras atividades rotineiras para nos manter vivos.

O que ocorre é que, com o tempo, o nosso corpo passa a ficar mais eficaz em gastar menos energia para realizar as mesmas tarefas. Logo, o nosso metabolismo tenta se adaptar a baixa de energia.

Os estudos mostram que o fato de restringirmos nossa alimentação, faz com que o nosso metabolismo diminua com o passar do tempo.


2. As dietas tornam os alimentos mais atrativos


O nosso corpo aumenta o nosso desejo por alimentos mais calóricos porque ele sabe que é mais fácil retirar energia desse tipo de alimento.

Portanto, o descontrole por certos alimentos, como doces, é fisiológico. Ele é regulado pelo nosso corpo e pode ser decorrente de uma alteração fisiológica causada pela dieta.


3. Aumento do hormônio da fome, diminuição do hormônio da saciedade e mudança do SET POINT


A dieta causa aumento do hormônio da fome, e uma considerável diminuição do hormônio da saciedade. Ou seja, é como se você estivesse regulado para comer mais, e ter menos satisfação.

O seu corpo tem medo de ficar sem comida novamente e acaba por mudar o seu SET POINT, regulando seu peso para cima, para assim estocar energia.


Conclusão


Em suma, as dietas restritivas possuem um impacto enorme nas mudanças fisiológicas do nosso corpo, e em maioria, os objetivos se tornam inalcançáveis em decorrência dos efeitos contrários que ela gera no nosso sistema.

Como sempre reforço, é de extrema importância aprendermos a nos conectar com as sensações geradas em nosso organismo, e nos motivarmos a comermos os alimentos que nos fazem bem enquanto indivíduos. Logo, a proibição não funciona!


Quer mais informações sobre o assunto? Abaixo, vídeo completo, com mais detalhes pra vocês!