• Paula Teixeira

QUAL É O MOMENTO CERTO DE COMER?

Quando comemos segundo a visão do Mindful Eating?

Hoje vou te explicar as esferas comportamentais que abrangem essa prática, e sua compreensão do comer ideal!


  1. Esferas do Comedor

Até agora, as abordagens prescritivas contemplaram o quanto e como devemos comer. Se você for olhar qualquer dieta pela internet, ela conterá uma descrição do que você deve comer e a quantidade. Isso é abordado em praticamente todos os planos de "como comer melhor" em que já tivemos contato, ou no que é chamado de reeducação alimentar. Porém, nenhum desses planos adentram nas "Esferas do Comedor", ou seja, não evidenciam os comportamentos do paciente.

Logo, imagine: O que acontece quando não temos recursos para enfrentar as situações?

Se não contemplamos dentro de um plano as esferas do comedor, ficamos sem recursos para lidar com a diferente oferta de comida em determinados momentos.

Por exemplo, imagine que sua dieta prescreve para a quinta-feira de noite: duas colheres de arroz, uma concha pequena de feijão, meio prato de legumes e vegetais e meia fruta de sobremesa. Mas, nesse dia, você recebe um convite entre amigos para ir a um rodízio de comida japonesa. Logo, nesse ambiente você não encontrará nada do que foi prescrito pela dieta.

Em suma, quando seguimos uma dieta tradicional e somos colocados em uma situação diferente da que estamos acostumados na nossa rotina, ficamos sem ação e respostas para lidar com o novo meio.


2. Compreensão pelo Mindful Eating


No Mindful Eating há a proposta de compreensão de COMO COMER, QUANDO COMER, QUANTO COMER, O QUÊ COMER e POR QUÊ COMER, partindo dos sinais internos, da sua autoconsciência corporal e por meio dos sinais de fome e saciedade que podem ser recuperados.


O Mindful Eating abrange todas as esferas do comportamento alimentar, com o objetivo de nos gerar autonomia frente a alimentação, o que não ocorre nas abordagens prescritivas e restritivas, que abrangem somente o quê e quanto comer, com o foco primordial na perda de peso.


Imagine que o Mindful Eating fosse uma prescrição, sua abordagem seria:

  • CAFÉ DA MANHÃ: Comer a hora que estiver com fome até a saciedade.

  • LANCHE DA MANHÃ: Comer se estiver com fome até a saciedade.

  • ALMOÇO: Comer a hora que sentir fome até a saciedade.

  • LANCHE DA TARDE: Comer a hora que estiver com fome até a saciedade.

  • JANTAR: Comer se estiver com fome até a saciedade.

E é justamente essa a resposta pra quando você precisa comer!

Logo, para o Mindful Eating, você não tem que comer de 3 em 3 horas ou quando você não tem fome física, assim como não precisa fazer todas as refeições se não estiver com fome. Mas dependendo do seu histórico alimentar, talvez seja interessante estabelecer uma rotina de alimentação.

O pensamento de que "Se você não estiver com fome, você come do mesmo jeito, para não sentir fome no almoço" é um pensamento ultrapassado, visto que se você come sem fome, você está dizendo pro seu corpo armazenar aquela comida.


Para um treinamento prático, estabeleça as quatro principais refeições do seu dia, dentro da sua rotina.

  1. CAFÉ DA MANHÃ

  2. ALMOÇO

  3. LANCHE DA TARDE

  4. JANTAR

Você inicia reestabelecendo essas 4 refeições, colocando cada uma delas no diário, realizando um processo de auto observação, se está ou não com fome e seus horários respectivos.

Qual hora o seu corpo está mais propenso a realizar cada uma dessas alimentações?

Dessa forma, vamos estabelecendo essa rotina como um suporte para o autoconhecimento.


Conclusão


Portanto, observe seus sinais e busque a cada dia pelo autoconhecimento, a fim de alcançar uma alimentação consciente e balanceada.

Com o objetivo de resumir tudo o que já abordamos por aqui sobre o Mindful Eating, quero levantar quatro passos simples e fundamentais para comer com consciência. São eles:

  1. Aprenda como sentir e numerar a sua fome e saciedade - Artigo sobre a Régua da fome;

  2. Descubra e diferencie sua fome e saciedade;

  3. Descubra a diferença entre fome física e fome emocional - Artigo sobre Diferença entre Fome Física e Emocional; ;

  4. Aprenda qual real motivo que nos leva a querer comer - Artigo sobre Por que estou com fome;

  5. Aprender a comer quando estiver com fome, deixando de comer quando estiver saciada.

Quer mais informações sobre o assunto? Abaixo, vídeo completo, com mais detalhes pra vocês!






Posts recentes

Ver tudo