• Paula Teixeira

Imediatismo crônico? Quanto tempo é preciso para ser um comedor consciente e qual o melhor atalho?

Atualizado: 22 de Nov de 2019


Quanto tempo é preciso para se tornar um comedor consciente e qual o melhor atalho?


Se você já entendeu que precisa mudar sua forma de se relacionar com a comida e tem buscado soluções para se tornar um comedor consciente, precisa saber que, assim como tudo na vida, esse processo também precisa de um tempo.


Não é de um dia para o outro que pessoas desenvolvem comportamentos compensatórios com a comida. Desse mesmo modo, também não será de um dia para o outro que conseguirão reverter esse quadro.


Por isso, aproveitar cada fase e quebrar paradigmas que te façam sentir incapaz é essencial para avançar e conquistar sua paz na alimentação. Se você já está nesse processo e deseja saber quanto tempo é preciso para se tornar um comedor consciente, esta matéria é especialmente para você.


Será que existe algum atalho para conseguir resultados mais rápidos e eficientes? Para saber sobre isso, é só continuar a leitura e conferir!


O que é um comedor consciente?

Se você chegou até aqui, já deve conhecer um pouco sobre o assunto e está buscando meios para acelerar seus resultados. Mas, de qualquer forma, é importante definir o que é um comedor consciente para os iniciantes no assunto.


O comedor consciente é aquele que recuperou os sentidos e começou a entender melhor o seu corpo. Sendo assim, ele não precisa mais usar apenas a alimentação como recurso para camuflar questões emocionais como ansiedade, estresse e outros.


Uma pessoa que come de forma consciente, entende como e porque precisa comer. Ela desfruta de cada refeição de forma única, fazendo de cada momento um verdadeiro prazer entre a mente, o corpo, espírito e os alimentos.


Ela dispensa dietas restritivas e se sente livre para comer o que quiser, tanto na hora que realmente está com fome e quanto nas horas que está com vontade de alguma comida, porém de forma equilibrada.


Com isso, melhora sua relação com seu corpo, seu bem-estar e sua qualidade de vida.


O comedor consciente não se tortura com regras do que pode ou não comer, mas vive um delicioso equilíbrio onde as refeições são feitas com prazer, desfrute e liberdade. E como consequência disso, tem sua saúde, seu corpo e sua mente em forma (a sua própria forma).


Quando você passa a se abrir para sentir e notar suas verdadeiras necessidades, se despede devagar das proibições e terrorismos em relação ao comer, seu paladar vai se ajustando, você vai descobrindo o que realmente seu corpo pede para comer e surpreendentemente o que acontece, e os estudos mostram, que as preferencias por alimentos in natura aumenta.


Em quanto tempo eu consigo me tornar um comedor consciente?

Para quem sofre com compulsões alimentares, a mudança de hábito é algo processual e super individual. Por isso, não há como definir um tempo fixo para se tornar um comedor consciente.


Esse tempo dependerá das particularidades de cada paciente e de suas respostas às adaptações. Isso porque o comer consciente não é como as dietas populares e ineficientes comuns, onde há regras do que comer, dos horários e das porções.


A mudança de um comedor consciente começa pela mente e pela regulação de seus pensamentos, emoções e sentimos. Principalmente, os relacionados à compaixão e aceitação de si mesmo.

Para quem já está na caminhada do comer consciente, também existem desafios. Afinal, será preciso vencer crenças e barreiras fixadas na mente pela concepção errada do que é uma “alimentação saudável”.


A recuperação dos sentidos e da sensibilidade de saber quando o seu corpo realmente está com fome é um procedimento que pode levar tempo. Assim como o processo de descobrir como atender suas reais necessidades de amor, relacionamento, diversão, descanço e etc sem a comida.


E, durante esse tempo, é comum e esperado que os pacientes tropecem mais e cometam exageros ou desequilíbrios.


Por isso o acompanhamento profissional é tão importante. Além de ajudar a regular da melhor forma suas refeições e hábitos alimentares, um profissional te ajudará a não se sentir frustrado durante o processo.


Apesar de existirem grupos para desenvolvimento do comer consciente, as respostas de cada indivíduo serão cada uma a seu tempo. Algumas pessoas conseguem recuperar o equilíbrio e fazer as pazes com os alimentos de forma rápida, mas precisa estimular constantemente esses hábitos e confiar no caminho interior da recuperação.


Por isso, o tratamento deve ser feito de forma profunda e sem pular etapas. Com ajuda, incentivo e amor por si mesmo, o seu tempo para se tornar um comedor consciente será o ideal.


Se você tem seguido recomendações, feito acompanhamentos mas ainda se estressa na hora de escolher o que comer, saiba que não há nada de errado com você. Tudo isso faz parte do seu processo de adaptação.


Outro ponto que pode ser um grande desafio, principalmente para pessoas ansiosas, é dedicar total atenção na hora da refeição. Desfrutar dos alimentos, sentir cada sabor, mastigar completamente, observar as cores e os aromas é uma prática essencial do comer consciente.


Para quem tem uma rotina corrida e é acostumado a almoçar ou jantar sempre em frente à TV, computador ou no trabalho, essa mudança pode ser estressante e difícil. E acredite, não é difícil só para você.


É nesse momento que a persistência, a positividade e aprender a se motivar com compaixão e encorajamento gentil, farão toda a diferença. Você precisa saber e ter a certeza de que a cada refeição você está avançando, mesmo que não pareça.


Existem atalhos para esse objetivo? Qual o melhor?

Como dissemos, o tempo é algo relativo e pode variar de acordo com cada pessoa e suas compulsões e respostas individuais. Se você está buscando por um atalho para chegar logo em seu objetivo, precisamos te orientar que o comer consciente não é um destino, e sim uma jornada.


Ou seja, não há uma definição oficial ou uma prova de que você finalmente se tornou um comedor 100% consciente. Até mesmo pessoas que já chegaram em um relacionamento pleno com a comida podem passar por tempos em que gostariam de estar se cuidando melhor, é assim que acontece naturalmente, comer consciente não é se tornar um robô, e por isso que essa é uma solução que funciona no longo prazo.


E isso não quer dizer que você nunca conseguirá ser um comedor consciente e que deve desistir. Pelo contrário, essa jornada precisa ser prazerosa e cheia de superações para sua vida!


Uma pessoa que recupera sua sensibilidade em saber o que o corpo deseja é mais genuinamente feliz em todas as áreas. Sua mente será liberta de dietas malucas e rígidas, e você passará a amar mais o seu corpo e cuidar melhor dele.


E acredite, essa mudança de vida refletirá em todas as outras áreas, te trazendo confiança, saúde e felicidade. Por isso, o melhor atalho para se tornar um comedor consciente é saber que você é capaz e que a ajuda profissional será sua melhor amiga nessa caminhada!


Se você deseja saber mais sobre o assunto e sobre como podemos te ajudar nisso, basta agendar suas sessões individuais de treinamento!


E para continuar por dentro de dicas valiosas para sua saúde, corpo e mente, continue acompanhando o nosso blog!

68 visualizações

©2019 by Dra. Paula Teixeira Mindful Eating e Autocompaixão.
Entrega Imediata